Teus Olhos

Se algum dia me faltarem teus olhos, sim, estes brilhos eu perder, não mais saberei viver então, sem destino pelo mundo vagarei, sem esperança e descrente de um amor, …merda, sem fim… e acabou!

“O Garoto, minhas poesias” – 22/10/1994

Charles Monteiro